FANDOM



Coronel Sebastian Moran é um ex-coronel do exército e braço direito do Professor Moriarty. Sherlock Holmes o descreve como "o segundo homem mais perigoso de Londres".

BiografiaEditar

Apesar de nenhum escândalo ser conhecido, Sebastian Moran foi obrigado a sair do exército e voltar para Londres. Apesar de parecer respeitável, ele ganhou má reputação e foi contratado pelo Professor Moriarty como líder de seu império criminoso. Além disso, Moran era usado em assassinatos que usariam sua boa mira.

Moran segue o Professor Moriarty até a Suíça, e, após Moriarty cair e morrer nas Cataratas de Reichenbach, ele tenta matar Holmes jogando rochas abaixo. Holmes escapa, mas foi forçado a ficar oficialmente morto por vários anos, sabendo que Moran iria matá-lo assim que ele se revelasse. Ao invés disso, Holmes esperou que Moran fizesse um erro e se incriminasse.

Após a queda da organização crimiosa de Moriarty, Moran volta para Londres e ganha a vida jogando cartas em vários clubes. Quando um dos outros jogadores, Ronald Adair, percebem que Moran venceu por trapaças e ameaça o expor, Moran mata Adair com um rifle de ar silencioso que atirava balas de revólver, criado especialmente para Moriarty por um mecânico alemão cego.

Dr. Watson e Holmes pegam o caso, e Moran tenta matar o detetive atirando com seu rifle de uma casa vazia na frente da casa de Holmes. Holmes havia antecipado isso, e Moran atira num manequim de cera enquanto o verdadeiro Holmes, com Watson e Inspetor Lestrade, se escondiam próximos para prender Moran.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.